NOVO GOVERNO - O FRANCHISING É NATURALMENTE OTIMISTA

Passada as eleições, aos poucos grupos de família, amigos e redes sociais vão se reconfigurando para 'voltarem' a se comunicar de forma cordial.

Para o mercado, o que realmente se clamava era por uma injeção de otimismo, sentimento que costuma vir de ‘brinde’, naturalmente, com a alternância de poder. Mas, como vivemos nesse pleito um ambiente totalmente fora do comum, mesmo essa aposta ficou em suspense.

Passados 10 dias da ressaca desta eleição, já nas primeiras horas do primeiro dia útil dos resultados aferidos, o mercado financeiro já dava mostras do sabor de ‘mudança’. Números que apontavam para uma reação positiva em relação a eleição de um nome que assina com a alternância do poder. 

O franchising seguiu, neste ano, descolado do momento econômico do País como um todo. O setor se manteve com registro de crescimento, segundo levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF). O mercado de franquias faturou R$ 40,7 bilhões entre os meses de abril a junho de 2018. O montante representa um avanço de 8,4% frente ao registrado no mesmo período do ano passado. E, de acordo com o presidente da entidade, Altino Cristofoletti Junior, o bom desempenho se deve à retomada do ritmo de expansão por parte das franqueadoras, além das sazonalidades e vendas do período, que ajudaram a elevar o resultado. Ainda segundo esse levantamento, a taxa de abertura e fechamento de lojas é outro indicador positivo, o índice de aberturas de novas franquias foi de 3,1% do total, contra o fechamento de 1,3% das unidades, o que resultou num saldo positivo de 1,8% no primeiro semestre desse ano.

Com um breve hiato no ritmo de ‘espera’ que antecederam as eleições, o mercado de franquias acordou otimista com o resultado das urnas, mesmo que mantendo algumas restrições ou dúvidas sobre o governo que iniciará. Foi o que revelou a enquete feita pela revista, junto a uma amostra de franqueadores, especialistas do varejo e franqueados. Alguns depoimentos demonstram o DNA do franchsing, “passado o período de eleições, demos um passo em relação às expectativas que serão geradas. Elas giram em torno de volta de confiança e retomada do crescimento, com toda a resiliência que o franchising demonstra, é necessário que a economia em geral volte a crescer. Creio que exista uma demanda latente tanto de consumidores quanto de empreendedores que aguardam esta retomada”, Arlan Roque é especialista em franchising e gestor de expansão e novos negócios na CacauShow, líder de seu segmento com mais de 2.200 operações no Brasil.

O franchising, além de resiliente e resistente, segundo Daniel Bernard, estudioso e especialista em franquias, diretor da NetPlan Consultoria, “o sistema de franchising pode ajudar muito o novo governo no combate à pobreza, por meio das franquias sociais e das microfranquias; por meio de projetos de microcrédito produtivo orientado, como foi o Crediamigo, (www.bnb.gov.br/crediamigo); e, na terceirização de atividades atualmente realizadas pelo setor público, como por exemplo, os Correios e as Casas Lotéricas, e a Copel, da Cemig e do Sesi-PR”.

.................................................................................................................................

VEJA OS RESULTADOS DA ENQUETE REALIZADA ENTRE OS DIAS 29 DE NOVEMBRO E 07 DE DEZEMBRO. PARTICIPARAM LEITORES DA REVISTA FRANQUIA & GLOBAL OPPORTUNITEIS NO AMBIENTE ONLINE. O PERFIL DO GRUPO QUE RESPONDEU ESPONTANEAMENTE AS PERGUNTAS FOI DE 58% MULHERES, 42% HOMENS. 31% JÁ TRABALHAM NO MERCADO DE FRANQUIAS. 25% NO SETOR DE VAREJO, 47% NO SETOR DE SERVIÇOS, 18% SÃO FORNECEDORES DO FRANCHISING. E, 62% SÃO INTERESSADOS EM ABRIR UM NEGÓCIO LIGADO AO SEGMENTO DE FRANQUIAS

·         82% se sentem mais otimistas com os resultados das urnas

·         89% segue uma agenda com um planejamento focado em metas positivas para os próximos 2 a 5 anos

·         68% tem alguma dúvida quanto a performance executiva do novo presidente, mas acredita que vai ‘aprender’ no exercício de seu mandato

·         22% tem alguma dúvida quanto a manutenção e o respeito às instituições

.................................................................................................................................

O resultado que apuramos na enquete feita junto aos nossos leitores, segundo Denise Dip, Publisher da Revista Franquia & Global Opportunities e diretora da ADC Conteúdo e Editora, reflete muito além do que dogmas e ‘quereres partidários’, mas sim uma urgência pela retomada do trabalho. “Eu faço parte de um contingente de empreendedores que sobreviveu à vários períodos de desmandos, e acredita na nação. Em 2018 comemoramos 20 anos da primeira edição da Revista Franquia, fomos a primeira publicação brasileira a focar no mercado de franquias, e, nossa editora chegou aos 30 anos  apesar dos ‘governos’ com seus planos econômicos e tributos mal direcionados. Acreditamos no trabalho e nas pessoas. Avanti franchising, avanti Brasil”.

Copyright © 2018 - Revista Franquia