Kumon 60 anos o case de sucesso que ilumina os caminhos da educação no Brasil e no mundo

Resultado de imagem para mulheres kumon

 

A Revista Franquia & Global Opportunities comemora com ‘a maior rede no segmento de educação do Brasil, os 60 anos do Kumon, com uma entrevista exclusiva junto com seu diretor de marketing e expansão, Julio Segala, que está na franqueadora há mais de 20 anos.

O engenheiro que se formou em matemática e física, lecionou durante alguns anos, se encantou com a prática da educação e com a missão da marca. “Desenvolver habilidade acadêmica e o autodidatismo dos alunos para que eles consigam ser ‘pessoas pensantes’. Se o professor Toru Kumon estivesse, nesse momento, vivenciando a realidade da educação em nosso País, ele diria ‘leve nosso método para cada vez mais crianças. Ensine o caminho’. Esse é o nosso legado”, afirma o executivo, que começa a entrevista afirmando que “o DNA que a marca carrega, desde sua criação, reflete, hoje, a missão que nasceu oriunda ‘do amor de um pai pelo filho’, e da cresça no potencial que já existe inerente em cada criança”.

O diretor afirma que “o método Kumon de estudo se perpetuou por mais de meio século e, até hoje, ensina seus orientadores a tratar cada criança como um indivíduo. Colocando-a no centro de tudo. Em primeiro lugar. O professor Toru dizia que ‘a culpa não é da criança’, ou seja, ela sendo o centro do aprendizado vai nos ‘ensinar’ suas dificuldades e o ‘seu caminho’ até o aprendizado. Cada um com ‘seu’ tempo e de ‘sua’ melhor forma. Aprender com as crianças é uma das principais ferramentas do método. Entender qual a melhor forma de cada um se desenvolver e aplicar isso, inclusive, adequando e aprimorando o material didático que vem se aperfeiçoando nesses 60 anos e garantindo a melhor assimilação do conteúdo em um menor tempo”. Essência e ferramentas que são únicas em todos os 50 países onde a rede está presente. Onde é aplicado o mesmo método que oferece aos alunos uma experiência única do aprender com excelência até que o aluno atinja o autodidatismo. O Kumon usa matérias como português, matemática, entre outras, para desenvolver seus alunos.

A inquietude do professor visionário que criou o método questionava o porquê da criança ter que se moldar ao conteúdo de uma grade escolar tradicional, independente de suas aptidões, idade, facilidades ou dificuldades.  Segundo sua filosofia, isso retira a criança do ‘centro’ do aprendizado. E, acreditando nesse caminho, ele criou um método de ensino, inicialmente para ajudar seu filho. Assim nasceu a rede Kumon (veja box), que ganhou o mundo e chegou ao Brasil nos anos 70, com a primeira unidade na cidade de Londrina (PR). Hoje, são mais de 1540 unidades franqueadas no País, e mais de 25 mil unidades no mundo, todas geridas pela própria franqueadora no Japão.

Como o acompanhamento, junto aos orientadores e franqueados, é quase diário, opera com suas filiais instaladas nos países onde tem unidades. No Brasil, existem 17 escritórios regionais com mais de 70 consultores de campo que garantem o suporte personalizado para cada franqueado. A expansão da rede, no Brasil e na América Latina fica centralizada na matriz brasileira, em São Paulo, capital. Desde sua criação, a rede empodera e capacita, principalmente, microempreendedoras, pois, 95% da rede é composta por mulheres. 

Resultado de imagem para unidade kumon

 

Diferenciais competitivos da marca

Segundo o executivo, o modelo de negócio Kumon é bom porque é uma operação de negócio muito simples de montar e gerir. O franqueado Kumon, é o próprio orientador da unidade e precisa ter o perfil operacional, “nosso parceiro tem que ‘por a mão na massa’ e gostar de desenvolver pessoas. Operar a unidade é o foco e a fonte da realização pessoal dele, e acompanhar esse resultado é extremamente gratificante para cada um deles. Essa meta vai muito além do retorno financeiro, mas que, normalmente, é compatível”, informa.

O payback do modelo de negócio Kumon é rápido e a rentabilidade muito atrativa, mesmo que o foco dos operadores da rede seja ‘desenvolver a criança’, e ‘levar o método para cada vez mais alunos’. Consequentemente, o retorno financeiro acompanha. O investimento, hoje, é a partir de R$35 mil, podendo chegar até R$65 mil, depedendo da necessidade, ou não, de reformas no imóvel onde será montada a unidade. O retorno mensal líquido para o franqueado fica entre R$6 mil e R$7 mil para unidades Kumon que atendem 120 alunos, que é a média aproximada da maioria da rede, no Brasil. As mensalidades cobradas variam em torno de R$250. Existem unidades que ultrapassam essa média, como é o caso da de Boa Vista (Roraima) que já atingiu a marca de mais de 1.000 alunos (veja box na página 15). 

Leia matéria completa em nossa Revista Online: https://issuu.com/revistafranquia/docs/revista_88

 

Copyright © 2018 - Revista Franquia